Home Destaques Lula diz que Brasil está ao lado de ‘países que querem a...

Lula diz que Brasil está ao lado de ‘países que querem a paz’

52
0

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o Brasil está ao lado dos países que “querem a paz”.

O petista deu a declaração durante evento de lançamento ao mar do Submarino Tonelero, no complexo naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro. A cerimônia contou com a participação do presidente da França, Emmanuel Macron.

Em discurso, Lula afirmou a Macron que o Brasil está investindo em submarino com tecnologia nuclear não para “fazer guerra”, mas para trabalhar pela paz.

“Presidente Macron, volte para a França e diga aos franceses que o Brasil está querendo os conhecimentos da tecnologia nuclear não para fazer guerra. Nós queremos ter o conhecimento para garantir a todos os países que querem paz, que saibam que o Brasil estará ao lado de todos, porque a guerra não constrói, a guerra destrói”, declarou Lula.

“O que constrói é desenvolvimento, é conhecimento científico, é conhecimento tecnológico. É nessa área que nós queremos fortalecer nossa parceria com o povo francês”, completou o petista.

O presidente do Brasil disse que o país precisa ter Forças Armadas “altamente qualificadas e preparadas” para garantir a paz quando necessário.

‘Animosidade’ contra democracias

Também no pronunciamento, Lula disse que há uma “animosidade” contra o processo democrático no Brasil e em outros países do mundo.

“Hoje, nós sabemos, existe um problema muito sério de animosidade contra o processo democrático deste país, contra o processo democrático do planeta Terra. E nós sabemos que a parceria que a França está construindo conosco é uma parceria que vai permitir que dois países importantes, cada um num continente, se prepare para que a gente possa conviver com essa diversidade sem se preocupar com qualquer tipo de guerra, porque nós somos defensores da paz em todo e em qualquer momento da nossa história”, afirmou Lula.

Inicialmente, em nota, diante da revelação da estadia pelo The New York Times, a defesa de Bolsonaro afirmou, em nota, que ele se hospedou por duas noites na embaixada húngara para debater temas de interesse internacional sobre o Brasil.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here