Home Destaques ‘Não houve encomenda para nós’, diz Haddad sobre incentivo à compra de...

‘Não houve encomenda para nós’, diz Haddad sobre incentivo à compra de eletrodomésticos

256
0

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou a pasta ainda não recebeu nenhuma “encomenda” do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre uma suposta reedição da redução de tributos para a compra de eletrodomésticos – medida já adotada em 2009

“Não houve encomenda nenhuma para nós, nem sei se haverá, para falar a verdade. Mas não houve nenhuma encomenda para nós”, declarou.

Haddad afirmou que o presidente não tocou no assunto durante o encontro na manhã desta sexta-feira. Segundo ele, a pauta da reunião foi o programa de renegociação de dívidas, Desenrola, e o Orçamento de 2024.

  •  

Lula sugere a Alckmin reeditar incentivo à compra de eletrodomésticos

Na quarta (12), em discurso no Palácio do Planalto, Lula sugeriu ao vice-presidente e ministro Geraldo Alckmin que a medida fosse retomada.

Em 2009, durante o seu segundo mandato como presidente, Lula lançou um programa que reduziu o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre itens da linha branca – produtos como geladeira, fogão, micro-ondas, lava-roupas e lava-louças.

“Até falei para o Alckmin: ‘Que tal a gente fazer uma aberturazinha para a linha branca outra vez?’. Facilitar a compra de geladeira, de televisão, de máquina de lavar roupa. As pessoas, de quando em quando, precisam trocar os seus utensílios domésticos”, disse Lula durante cerimônia de condecoração de cientistas e pesquisadores.

O presidente também se dirigiu à ministra do Planejamento, Simone Tebet, pedindo que ela “abra a mão um pouquinho”, para o governo poder “facilitar a vida do povo que quer ter acesso” aos produtos.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here