Home Destaques Zanin levou Barroso a Lula antes de posse

Zanin levou Barroso a Lula antes de posse

180
0

A presença de Luiz Inacio Lula da Silva na posse de Luis Roberto Barroso como presidente do Supremo foi precedida de uma série de conversas entre os dois para realinhar os astros.

Sinalizando internamente que gostaria de fazer uma gestão sem crise institucional e com respeito ao espaço de cada Poder, Barroso recebeu uma sugestão. O ministro Cristiano Zanin disse que gostaria de mediar um encontro entre ele e Lula. Barroso topou.

As relações entre ambos nunca foram de ampla proximidade, mas ficaram ainda mais geladas por conta da atuação do ministro do auge da Lava Jato. Barroso foi, por vezes, um defensor inconteste da operação. Mas os tempos mudaram.

A primeira conversa, reservada, ocorreu com a mediação de Zanin. Segundo pessoas próximas aos ministros e a Lula, foi efetivamente um encontro para quebrar o gelo. Para convencer a ambos de que o encontro era necessário, Zanin argumentou que achava importante recolocar a relação em termos institucionais, em especial após o 8 de janeiro e os quatro anos de ataques do Executivo ao STF sob Jair Bolsonaro.

Funcionou. Na segunda vez em que conversou com Lula, Barroso foi sozinho.

Integrantes do Supremo dizem que o ministro tem sinalizado uma gestão madura, com estrita observação dos limites de atuação de cada Poder.

E observam que Barroso também fez gestos nesse sentido, de preservação do ambiente institucional, ao Legislativo.

Na festa da posse ontem, era inevitável presenciar nas conversas de integrantes da corte trocas de memórias sobre o período mais grave para a democracia desde o fim da ditadura.

Aposentado, mais leve, sem o peso da toga, o ministro Ricardo Lewandowski falava sobre os desafios da atuação na pandemia —foi por ordem dele que o governo Bolsonaro elaborou um plano de vacinação que incluísse inclusive os indígenas.

“Chegou um momento”, disse o ministro, “que percebemos que não poderíamos perder nem mais um milímetro de democracia”. É nesse contexto que Lula e Barroso tentam reconstruir pontes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here