Home Esportes Mercedes promete ser agressiva em fim de campeonato acirrado com RBR

Mercedes promete ser agressiva em fim de campeonato acirrado com RBR

664
0

A vitória de Lewis Hamilton no GP da Rússia neste domingo, a 100ª de sua carreira, foi um alívio para a Mercedes, que não vencia desde a etapa da Inglaterra em julho. Porém, o time reconhece que precisa mudar sua abordagem e ser ainda mais agressivo na reta final do atual campeonato, para garantir que supere as vantagens que a rival RBR terá.

  • Max se recuperou de forma espetacular na Rússia e isso não é bom para o campeonato. Temos que ser agressivos na forma como abordamos esta temporada, não defensivos, a fim de marcar esses grandes pontos – disse Toto Wolff, chefe da Mercedes.
    A vantagem da equipe no campeonato de construtores é de 33 pontos sobre a vice-líder RBR. Mas no Mundial de Pilotos, a situação muda: o segundo lugar que Max Verstappen garantiu após largar em último na Rússia fez com que Hamilton só abrisse dois pontos a mais que ele, apesar do britânico recuperar a primeira colocação na tabela.

Toto Wolff chama atenção para o fato de que Mercedes e RBR não estão somando o máximo de pontos que poderiam, sem extrair o máximo de seus segundos pilotos; respectivamente Valtteri Bottas e Sergio Pérez. Mas a vantagem do time alemão não pode acomodá-los, alerta o austríaco:
Nem piloto nem equipe podem ter algum conforto na situação atual, porque simplesmente não há diferença em termos de pontos. Parei de tentar prever se uma corrida vai nos favorecer pelo histórico ou não, porque tudo mudou muito com as novas regras técnicas. Mas sabíamos que Monza e Sochi seriam melhores para nós.
Na etapa italiana, Hamilton saiu da disputa após bater com Verstappen. Mesmo com a vitória de Daniel Ricciardo, a Mercedes conteve os danos com Bottas na terceira colocação.

A próxima corrida será na Turquia, onde o heptacampeão venceu em 2020 e faturou seu sétimo título mundial. A prova seguinte é nos Estados Unidos; lá, a Mercedes soma cinco triunfos, o último com Hamilton em 2019. O cenário, no entanto, pode mudar nas disputas que restam para o fim da temporada.
A RBR aposta que será favorecida pela altitude no México e no Brasil. Ainda há duas incógnitas: a prova a ser confirmada para 21 de novembro e o estreante Circuito de Jedah, na Arábia Saudita, além de Abu Dhabi, onde ambas as equipes já venceram.

  • Ainda há muito o que disputar nas próximas corridas. Eles (RBR) têm um bom conjunto de circuitos e prevejo que a disputa continuará muito acirrada. Só tenho que ter esperanças de algumas boas corridas – concluiu Toto Wolff.

Hamilton recuperou, com a vitória na Rússia, a liderança do campeonato de pilotos, mas está apenas dois pontos na frente de Verstappen, vice-líder. No Mundial de Equipes, a Mercedes soma 397.5 pontos contra 364.5 da RBR.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here